domingo, 25 de setembro de 2011

Das tardes de primavera



O dia vestiu-se de cores, traz no seu íntimo aquele pulsar latente, Gaia gera em seu ventre toda a beleza que muitas vezes passa desapercebido por nossos olhos cansados...

Nenhum comentário:

Postar um comentário