quinta-feira, 7 de abril de 2011

Das Lembranças

Hoje o cansaço toma conta do meu corpo,

e minha alma exala saudades.

Fico ruminando memórias póstumas,

lembranças de lugares e pessoas

que em algum momento perderam-se de mim.

Sou parte saudade e parte solidão.

Num átimo de segundo transgrido o tempo

e refaço caminhos outrora esquecidos.

Percebo nas vicissitudes de meu eu contrito

intrínsecos desejos de mudança, e que apesar de

tudo o que já vivi ainda restam arestas a serem

aparadas.


Nenhum comentário:

Postar um comentário