quarta-feira, 30 de março de 2011

CATIVAR-SE



Tu és eternamente responsável por aquilo que cativas, assim proferiu uma raposa à um principezinho num tempo longinquo , inacreditavelmente suas palavras ainda fazem-se presente nos dias de hoje, e nas trivialidades do cotidiano encontramos pessoas que nos surpreendem positivamente , era mais uma viagem enfadonha e cansativa, mais de 14 horas no sacolejar constante de um ônibus, na mochila já preparado para ser usado como válvula de escape, um livro, e eis que ao meu lado senta-se uma pessoa de olhar sereno e um sorriso radiante, e foi assim que fui cativado, quando percebi já havia contado minha história de vida, ela a sua, falamos sobre o tempo, sobre a adolescência, sobre educação dos filhos, sobre politica, filosofia, amores não correspondidos, vida profissional, e voltamos a falar sobre o tempo, a conversa começava e perpassava por caminhos hora ingrimes, hora engraçados, outras vezes tristes, mas seguia um fio tênue e constante, e foi assim que em catorze horas de conversa, abandonei o meu livro e ganhei uma amiga pra vida toda! A despeito de tudo o que já foi dito e escrito a raposa novamente volta a cativar o principezinho e vice-versa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário